O preço do petróleo

thumbnail

Os valores do petróleo abriram em conflito e aumentaram mais de 4% após que um ataque aéreo dos Estados Unidos destruiu nessa quinta-feira (02/01/2020), o chefe iraniano Qasem Suleimani, superior da Guarda Revolucionária do Irã. De acordo com a ação, emergiu no mercado a precaução de que a sucessivo medo no Oriente Médio possa importunar o fornecimento de petróleo.

Publicidade

Nesta sexta (03/01/2020), a cotação nas bolsas da Ásia e Austrália, dispararam após o anúncio do ataque.
Um barril de petróleo doce leve’ que recebe esse nome devido às baixas concentrações de enxofre, é agora encontrado no mercado por U$S 63,84, em uma valorização de 4,3%.

A notícia do ataque somada aos altos preços do mercado global, fez crescer o receio de que talvez possa acontecer um desabastecimento no petróleo a nível mundial.

Problemas no fornecimento trariam grandes consequências para todos.
O petróleo doce leve, por exemplo, é extremamente importante para a produção de gasolina, sendo amplamente utilizado por grandes nações como China e Estados Unidos.

Os Estados Unidos e o Irã estão em rota de colisão há anos – por causa da influência iraniana no Iraque, o programa nuclear do país e outros assuntos – e as tensões se intensificaram durante o governo de Trump, que se retirou do acordo nuclear firmado em 2015 e impôs sanções devastadoras contra Teerã. Diante de um mercado com excesso de oferta, a situação piorou nas últimas semanas, à medida que a epidemia de pneumonia viral se espalha pelo mundo.

Publicidade

Os preços dos combustíveis deverão voltar a descer a partir da próxima segunda-feira, dia 9 de março, mantendo o ciclo de quedas das últimas semanas, segundo os cálculos do Negócios. Já o preço do gasóleo poderá conhecer uma desvalorização de 2 cêntimos por litro para os 1,336 euros por litro, o que representa o menor valor desde setembro de 2019.

A catalisar esta cenário negativo está o impacto que o vírus Covid-19 está a ter na procura pela matéria-prima, numa altura em que a OPEP+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os aliados) estão reunidos para tentar voltar a equilibrar os preços. A evolução dos preços dos combustíveis é calculada tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro.

Castello foi questionado sobre a crítica do presidente Jair Bolsonaro aos preços dos combustíveis, na quinta-feira (6). Em entrevista, o presidente afirmou que ele faz “papel de otário”, já que a Petrobras reduziu o preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias, mas, segundo ele, a diferença não é repassada para o consumidor.

O petróleo Brent subia 1,17 dólar, ou 2,17%, a 55,18 dólares por barril, às 8:46 (horário de Brasília).
Segundo dados divulgados na terça-feira (11), a taxa de crescimento dos novos casos de coronavírus na China caiu ao menor nível desde 30 de janeiro.

O preço do petróleo caiu quase 7,5% em relação à semana anterior, impactado pelo avanço do coronavírus.
Com isso, a Petrobras anunciou nesta sexta-feira, 28, que vai diminuir o preço da gasolina nas refinarias em 4% e o diesel em 5%. O petróleo já vinha mostrando comportamento de queda no mercado internacional, mas como o câmbio estava desvalorizando muito, isso acabou não sendo repassado para o mercado interno.

 

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top